Intercâmbio: primeira semana de aula

25.9.16

Se até o ano passado me falassem que eu estaria estudando moda em outro país eu provavelmente riria da pessoa. Maaaas, situações mudam e oportunidades aparecem. Então, quem quiser saber como foi a minha primeira semana de aula em Portugal, é só acompanhar.



Um peixe fora d'água

mean-girls-lunch-table

Ao colocar os pés na Universidade Beira Interior nessa Terça-Feira, para a minha primeira aula, foi como regredir três anos, quando eu estava a recém entrando no ensino superior lá no Brasil. As mãos suando, o estômago embrulhado, não saber me localizar naquela universidade que mais parece um labirinto e a sensação de desajuste ao perceber que todo mundo se conhece, anda em grupo e você está sozinha. Eu me senti um peixinho fora d'água/ use a expressão que quiser para essa sensação. Só melhorei um pouquinho quando nos dias seguintes conheci alguns colegas do Brasil  e, O MELHOR, do Rio Grande do Sul. Foi como ter um pouquinho daquela sensação de aconchego de volta.



Quem tem boca vai à Roma

[caption id="attachment_4447" align="aligncenter" width="680"]53ff74bc187c7d58508672c4b99a85bd Pinterest[/caption]

Conhece essa expressão? Pois saiba que é verdade. No segundo dia andei por todos os corredores e não encontrava a sala de aula. Já estava até sem fôlego de tanto subir e descer as escadas. Até que decidi deixar a vergonha de lado e pedir informação para duas estudantes que estavam vagando nos corredores. E elas foram tão queridas que fizeram mais do que apenas me dizer onde era o local, me levaram até a porta da sala. Isso me fez lembrar que (SIM!) às vezes as pessoas são mais gentis do que esperamos e sempre existe alguém disposto a ajudar se você estiver disposto a pedir.



As disciplinas

[caption id="attachment_4458" align="aligncenter" width="690"]large-2 We Heart It[/caption]

Escolhi no total três matérias que ao regressar para o Brasil poderei aproveitar os créditos. São elas: Design de Sportswear, Laboratório CAD de moda e Laboratório da Cor e Enobrecimento. No decorrer do semestre pretendo falar delas individualmente aqui no blog e sobre os trabalhos que serão desenvolvidos. Mas posso adiantar que apesar da pouca quantidade de disciplinas, tenho aula quase todos os dias, nos períodos de manhã e tarde, já que aqui as aulas são divididas em mais de um turno, os quais são classificados em: Teórico Prático (TP), Teórico (TE) e Prática Laboratorial (PL).



Diferenças linguísticas

what britney spears confused wut squinting

Na minha primeira semana em Covilhã me ofereceram "boleia" e eu pensei "Oi? É de comer?", mas na verdade aqui boleia é carona. Rapariga é moça. Telemóvel é celular. Casa de banho é banheiro. Autocarro é ônibus. Comboio é trem. Fixe é legal. Sumo é suco. Fiambre é presunto. E por aí vai. Não vou me deter em todas as diferenças, porque não terminaria nunca. Levei um bom tempo também para me acostumar ao sotaque deles. Nos primeiros dias eu mal conseguia entender uma palavra. Por falar nisso, eles não perguntam "Está entendendo?", e sim "Estás a perceber?".


.

E foi esse o resumão (nem tão curto assim) das minhas experiências na primeira semana de aula como intercambista. Alguém mais já passou por essas situações? Não se esqueçam de me contar! Beijos.

Vem ler também...

0 comentários

Google+

Favoritos

Arquivo do blog

Subscribe