Eu acho que fui eu que me amei primeiro

10.10.16

( O título pertence à musica Escopo, da Ana Muller)



Nunca fui muito de me apegar, não. Sempre fui muito louca, muito solta, muito da vida. Mas acho que é verdade quando dizem: quanto mais ignora, mais a pessoa quer. Meu bem, com você foi assim. Você me ganhou no sorriso, no charme e na lábia. Mal sabia eu que você não me oferecia nada além disso: conversa.


Eu te coloquei no centro do meu universo. Te amei mais do que a mim. E foi esse o meu maior erro. Logo eu, que costumava me por em primeiro lugar. Logo eu, que nunca fui de rastejar, me peguei de joelhos por você.


Então, fique sabendo: dessa vez estou aqui por mim. Não para implorar um pouco de atenção. Não para me humilhar. Não para você me reconhecer como namorada. Não. Dessa vez eu juntei todos os pedaços do meu coração que você fez questão em destruir e fiz deles minha armadura. Peguei todo o amor que você dispensou e transformei em algo lindo: amor próprio.


Aprendi, depois de muitas noites me sentindo sozinha, que a melhor companhia é a minha. Depois de muito choro, que ninguém possui o direito de me transformar em menos do que sou. Ninguém tem o direito de controlar o que faço e quando faço. Ninguém pode assumir as rédeas da minha vida, a não ser eu.


Por isso, fique sabendo: eu tô indo lá me amar e já aviso que não volto.

Vem ler também...

0 comentários

Google+

Favoritos

Arquivo do blog

Subscribe