Look básico e minimalista: calça jeans + blusa branca + blazer amarelo

1.11.17

Acho engraçado pensar no quanto o nosso estilo muda com o passar do tempo. Conforme nossas experiências, visão de mundo e, acima de tudo, a visão que temos de nós mesmos. Não sei vocês, mas eu sempre tive uma relação muito próxima com as minhas roupas. Não é apenas uma peça, mas extensão de quem eu sou. A forma como me enxergo e também como quero que os outros me enxerguem. Acho que todo mundo tem essa relação, mesmo que inconscientemente. Não nos vestimos por acaso. Não escolhemos por acaso. Nada na vida é por acaso.


Eu sempre fui o tipo de pessoa que sente em excesso. Costumava querer as coisas para ontem, para agora, para já. Meu maior problema sempre foi esperar. E a verdade é que até hoje pessoas controladas demais me assustam. Tenho uma profunda admiração e ao mesmo tempo receio por aqueles que sempre sabem o dizer e o que fazer. Sempre com uma resposta certeira na ponta da língua. 


Já tentei ser assim. Deu certo por um tempo, até não dar mais. Algumas coisas são assim mesmo. Tudo acontece no momento e na hora certa. Nem antes, nem depois. Não adianta forçar. Não adianta tentar se encaixar em um molde que não nos serve. Não adianta tentar controlar, se na verdade você é uma pessoa que vive transbordando por  aí. E que palavra bonita essa. Transbordar. Confesso que a uso tanto em meus texto que chega a ser maçante, mas se tivesse que escolher uma palavra dentre todas como favorita, seria essa.


Talvez porque me defina. Talvez porque goste de pessoas que também são assim. Talvez porque a minha admiração é ainda maior por aqueles que não têm vergonha de esconder sentimentos. Talvez porque por tanto tempo eu tentei esconder aquilo que sentia quando, na verdade, esse tipo de coisa é tão difícil de controlar.



Quando o máximo que podemos fazer é aceitar os eventos ao nosso redor e, acima de tudo, aceitar a nós mesmos. Com nossos defeitos, nossas qualidades, nossos deslizes e tudo o mais que faz parte de que somos. A partir daí é tão mais fácil aceitar também o outro como o pacote completo que é. Deixar que as pessoas entrem em nossas vidas com todas as suas imperfeições e ainda assim, capazes de grandes mudanças. Tão mais simples perceber que não somos perfeitos e as pessoas ao nosso redor também não são. A partir daí, tudo flui melhor. Com mais calma, mais naturalidade e mais leveza.


Talvez tenha sido isso, ou o fato de que conforto virou palavra chave no meu dia-à-dia, que me levou a gostar de peças mais básicas. Fáceis de combinar. Práticas. Calça jeans, tênis e blusa branca são indispensáveis no meu guarda roupa. Mas ao mesmo tempo sempre gostei muito de cores, daquilo que chama a atenção e alegra qualquer dia cinza. 


Pode ser que a minha nova preferência por peças assim tenha a ver com o fato de que finalmente me livrei de todas as coisas que faziam mal dentro de mim. Joguei fora tudo aquilo que não me servia mais. Que me prendia. Que tentava me moldar em algo que não sou. Deixei o passado no lugar que lhe pertence para aprender a passar adiante e seguir em frente. É preciso fazer uma limpa não apenas no guarda roupa, mas dentro de nós mesmos. E deixa eu dizer uma coisa para vocês, não existe conforto maior do que ser nós mesmos.

Gente, se vocês gostaram do post e do blog, me acompanhem também no youtube (clique aqui para acessar). Criei ontem o meu canal lá, onde pretendo postar toda terça-feira um vídeo novo. Compartilharei dicas de beleza, moda, tendências, como usar determinadas peças de roupa, faculdade, DIY e intercâmbio. Não se esqueçam de se inscrever e deixar sugestões. Beijão <3 

Vem ler também...

8 comentários

  1. o look é lindo amei o blazer e o tênis, ornou muito bem, e óculos escuros são lindos em qualquer ocasião

    Blog Entre Ver e Viver

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Caroline! Muitíssimo obrigada! Beijão

      Excluir
  2. Oii!! Nossaaaaa, se eu te disser que encontrei meu clone na blogosfera? hhahahaha
    sou idêeentica a você (em tudo que descreveste no texto). Sinto demais, sou excesso, transbordo. Livrei-me do peso de muitas coisas e hoje adoto um estilo de vida mais simples e menos carregado, minimalista.
    Amei amei amei, me identifiquei super contigo. Não posso não seguir.
    Sucesso, Beijos
    Meu blog <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Millene! AAAH muitíssimo obrigada linda!
      É tão bom encontrar pessoas que se identificam através das palavras <3
      Fico super feliz que tenha gostado do texto.
      Um beijão

      Excluir
  3. Que look mais lindo.

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/


    ResponderExcluir

Google+

Favoritos

Arquivo do blog

Subscribe