Recortes de Março 2018: clichês, noites insones e vulnerabilidade

   
Impossível pensar em Março sem lembrar daquela música "São as águas de Março fechando o verão". De fato, o mês que passou trouxe alguns ciclos se fechando e novos abrindo. Um pouco de temporal, para, enfim, calmaria. 

Mudei de cidade na metade de fevereiro, para ficar mais perto da faculdade, embora ainda volte para casa todo final de semana. Março foi - ainda - o período de adaptação. Tirando essa pequena e ao mesmo tempo grande mudança, posso considerar que foi um mês normal. 

Normal é o meio-termo, o clichê e, como minha professora disse, nós ansiamos pelo clichê. Talvez para dar algum equilíbrio na vida. Um ponto de estabilidade, em meio a todo o resto que parece confuso, mutável. Mudar é bom. Mudar renova. Mesmo que seja uma mudança pequena. Em, meio a isso, acabo me pegando em um trabalho atrás do outro na faculdade. Como se apesar de estar há duas horas de distância de casa, nada permanecesse tão diferente assim.


      Na minha geladeira ainda tem presunto, apesar de nunca ter gostado de fato e estar perto de vencer, só porque na minha casa sempre tinha. Ainda tomo café todas as manhãs para acordar. A cafeteira inclusive veio comigo. À noite tomo chá, na esperança de que me deixe com sono. Como se já não soubesse que meu cérebro resolve trabalhar justamente quando a lua chega no céu. Eu ainda sinto o cheiro do meu namorado, por que, tem coisa mais clichê do que usar a camiseta do namorado como pijama depois de chegar da aula
     Os professores ainda pedem trabalhos que testam nossa criatividade e nos empurram a fazer algo que nem sabíamos ser capazes. A criar histórias que nem sabíamos ser possíveis. A abaixar as barreiras. A sonhar mais. A ser mais vulneráveis. A encontrar o que nos motiva.


     Em Gestão do Design chorei na frente da turma inteira ao contar que o que me motivava era a liberdade. O ato de se perder para se encontrar. Enxergar o mundo através de uma janela pequena de um avião para perceber que somos tão pequenos e o mundo em que vivemos é tão, mas tão grande. Tantas palavras, tantas lágrimas e tantas lembranças para algo tão pequeno na escrita, mas grandioso no significado. Tão difícil se deixar ser vulnerável quando tantos olham e mais difícil ainda enxergar esse lado nas pessoas. Ver onde dói, mas também ver o que fortalece.
   
     Em Figurino, desenvolvemos uma máscara de gase gessada para ser a base de um personagem fantástico. Não entrarei em detalhes sobre o meu personagem. Isso ficará para outro post. Mas posso adiantar que decidi fugir dos padrões do que é considerado belo, tanto na história quanto aparência, para criar um ser sobrenatural, inspirado nos meus próprios medos. 
Fotografia: Gabriela Sander | Modelos: Melissa Zuchetti, Bianca Gonzalez | Maquiagem: Kimberly Camfield | Styling e produção: todas
  Em Produção de Moda, desenvolvemos um editorial inspirado no Universo Feérico. Foi um trabalho em grupo e confesso que fiquei bem orgulhosa do resultado final. Trabalhamos com duas modelos, uma fada e uma elfa, que seriam a representação das Deusas Aine e Grian, da mitologia céltica.

      Já  em Fotografia, confesso ter achado um pouco assustador mexer em uma câmera profissional. Tantas funções para lembrar e regular. Confesso esquecer no momento que saio da sala de aula. Demorou um tempinho mas finalmente consegui tirar algumas fotos que boas, depois de centenas de tentativas (e quando digo centenas, eu tô falando sério viu? haha). Mas acho que é assim mesmo toda vez que tentamos aprender algo novo. Várias tentativas e erros, para finalmente obter um acerto. Uma imagem nítida, em meio à todo o resto que se perde em desfoque e borrões.


      Ainda na faculdade, também comecei a ser monitora na disciplina Desenho de Moda. Confesso estar adorando praticar um pouquinho mais do hobby que tanto amo e me acompanha desde a infância. Também voltamos com as atividades no Projeto Recosturas - mencionado nesse outro resumo do mês e também nesse vídeo - desenvolvendo bolsas com retalhos, acessórios e customizações em camisetas.
        Por falar em vídeo, teve um novo no canal semana passada, com Quatro Dicas de Looks Para a Balada (acesse aqui). Sem falar que finalmente meu canal atingiu 100 inscritos. Parece pouco comparado a outros, mas para mim cada pequena conquista é grande.


         Para finalizar e não dizer que o post foi só sobre a faculdade, comecei a assistir a série Reign, li a trilogia Corte de Espinhos e de Rosas, meditei com os vídeos do canal Yoga Mudra e  escutei muito Arctic Monkeys. Também fui com as amigas à uma sorveteria nova aqui na minha cidade, que faz sorvetes artesanais, a Cosí Gelatto. E o mês de vocês, como foi?
          

                                                Me acompanhe também: Instagram x Facebook x Youtube



Você pode gostar destes também!

15 comentários

  1. Aí que amorr!! Acho muito legal pessoas que contam as novidades dessa forma que você mencionou tudo. Amei muito fiquei ate inspirada kkkk
    Bjss ♡♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Ah, que bom saber que inspirou você <3 haha
      Beijos

      Excluir
  2. Amo posts assim, levinhos e cheios de acontecimentos ♥ É tão bom quando a gente percebe as mudanças. Parece que a vida ganha sentidos diferentes, sentidos que não era lógicos, mas que agora fazem ser. Fico feliz por te ver crescendo e amadurecendo tuas ideias, criando novos aspectos. Março realmente foi um mês de fechamentos, de ciclos, de fases, de relações. Mas abril está aí, não é? Agora é a vez das aberturas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kelly! Aaaah que bom que gostou! Fico super feliz <3
      Tão bom e tão engraçado ao mesmo tempo ver essas mudanças!
      Beijão

      Excluir
  3. Que post encantador, Kimby *-* Eu adoro ler esse tipo de coisa, pois, além de me sentir mais próxima de quem escreve, me dá uma certa inspiração. Isso que você disse sobre clichês e sobre ainda sentir coisas que remetem a velhos hábitos são verdades universais hehe. Mesmo a gente dizendo que não, o que a gente mais queria era um clichê de vez em quando...

    Enfim, eu amei as fotos, os textos sobre a faculdade e, em especial, esse seu desenho lindo *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Mesmo a gente dizendo que não, o que a gente mais queria era um clichê de vez em quando" E como queremos ahah
      Muito obrigada Lu!
      Beijão

      Excluir
  4. Gostei muito de saber como foi o seu mês eu também gosto de fazer esse post mas mês passado fiquei meio atrapalhada ahaha...Que legal você contar sobre as experiências que teve na faculdade e espero que tenha sucesso na carreira escolhida...Parabéns pelos seus 100 seguidores no canal assim como você valorizo bastante cada novo seguidor das minhas redes sociais bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcinha! É tão legal fazer esse tipo de post, né?
      Muito obrigada!
      Beijão

      Excluir
  5. Olá, como vai?
    Achei incrível esse post, amo fotos, amo tirar fotos de lugares e coisas sem sentido...kk
    Não gosto de tirar fotos minhas mas, dos outros adoro!
    Esse post ficou muito interessante e espero que possa fazê-lo novamente.

    Beijos e abraços
    http://vickyalmeida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Viviane! Tudo bem e contigo?
      Ah, muito obrigada! Também adoro fotografar coisas aleatórias haha
      Beijão

      Excluir
  6. Olá, como vai?
    Quando eu fazia um curse de fotografia eu lia com frequencia as entrevistas de fotógrafos TOPs que dizia que as nossas primeiras 1000 fotos serão péssimas HAUAHAUAUHAUAHUAHAU eu gosto dessa possibilidade de acertos e erros e isso também me trás uma estranha sensação de liberdade...
    xoxox

    ResponderExcluir
  7. Oi Kim!
    Uou, que mês! Primeiro, parabéns pelos inscritos no canal (ainda vou lá conhecer, porque eu sou muito enrolada em se tratando de you tube... sorry! ehehe)!
    Amei saber que tu leu a trilogia de Corte, em março eu li o primeiro volume e tô até agora apaixonadaaa! ahaha Agora em abril vou encaixar a leitura do segundo porque amei demais (depois me conta se tu gostou tbm!)!
    Amei a composição de fotos desse post e sempre amo saber detalhezinhos da sua faculdade, é tudo tão legal! ahaha E amei também o que você disse sobre ser vulnerável, é algo que estamos acostumados a relacionar à fraqueza e, nossa, é tão distante disso, se mostrar vulnerável é parte da força, é mostrar que é humano! <3
    E estou 100% com sua professora, nós ansiamos pelo clichê! Ahhh o que seria da vida sem eles??? <3
    xoxo

    ResponderExcluir
  8. Noossa! Nunca li um "post diarinho" tão interessante huaihdsuai. Fiquei apaixonada pelo seu curso e pela forma com que você descreveu seus sentimentos <3 Bem inspirador mesmo!

    ResponderExcluir
  9. Que legal gostei da sua comparação no mês de março com o final do verão. E sempre muito bom poder ir renovando e fazendo as escolhas que marcam as nossas vidas, melhor constroem nossa historia. Parabéns pelas fotografia. Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi, Kim! Tudo bom?
    Eu devo admitir que nunca, nunquinha, em todos essas anos nessa indústria vital, um resumo mensal me conquistou tanto quando o seu! Adorei saber mais sobre a sua rotina universitária, e a forma poética como você coloca cada palavra... Você é incrível! Parabéns e muito sucesso na sua vida - você tem todo o potencial dentro de você.
    Literalize-se

    ResponderExcluir