Como descobrir seu estilo

Imagem: acervo It's Kimby

Quer saber como descobrir o seu estilo? Porque neste post vou compartilhar cinco dicas com vocês, para que consigam descobrir o seu.  Mas antes, é preciso deixar claro que todos possuem um, por mais que às vezes não consiga identificar. Estilo tem a ver não só com aparência, ou com a forma de se vestir, mas com o seu jeito de ser. A forma que você pensa, age e toma decisões. A forma que você se comporta tanto no privado quanto na frente dos outros. Ter estilo é um conjunto de fatores, que muitas vezes acaba refletindo no exterior, incluindo na forma que nos vestimos. Assim, seguimos para a primeira dica:

 1. CONHEÇA A SI MESMO 

Saiba quem você é. O que você gosta  e o que não gosta. Quais são as suas características mais marcantes? Mais importante do que a imagem que você quer passar, é a imagem que tem de si. E aqui, conhecer o próprio corpo também é fundamental. Então eu sugiro que você vá na frente do espelho e observe o próprio corpo com um olhar mais atento e menos depreciativo. Focando nas partes de si que mais gosta e que se sente à vontade de realçar. Depois pode começar a buscar no guarda roupa as peças que causem esse efeito. 

 2. CONHEÇA A SUA ROTINA 

Uma vez que a maior parte do nosso guarda roupa deve ser adaptável ao nosso dia-à-dia e também à forma que nos sentimos mais confortáveis com nós mesmas. E quando eu falo em conhecer a rotina, é para pensar em tudo mesmo. Nos lugares que frequenta, onde come, onde trabalha, se tem faculdade, curso ou escola. Se tem filhos que precisa levar e buscar todos os dias na escola. Tudo isso acaba influenciando no nosso guarda roupa. Por isso estilo é algo tão pessoal. Por mais que a gente se inspire em outras pessoas, cada um tem um jeito, cada um tem uma rotina, cada um tem um ritmo. Pode ser que você tenha uma vida muito corrida e precise se desdobrar em mil funções ou pode ser que você prefira uma rotina mais relax. O nosso estilo, mesmo que inconscientemente acaba se adaptando ao nosso estilo de vida, incluindo os nossos hobbys e também a forma como passamos o nosso tempo livre. Por exemplo, estilo de alguém que gosta de caminhar, andar de bicicleta, acampar, participar de atividades ao ar livre, pode ser diferente do estilo de alguém mais cosmopolita, que gosta do agito de cidades grandes, e vive correndo de um lado pro outro.

Imagem: Pexels

 3. BUSQUE REFERÊNCIAS 

A terceira dica é busque referências de pessoas e personalidades com as quais você se identifica. Seja na forma de se vestir, de se comportar, falar, ver o mundo ou até no estilo de vida. Não para copiar, mas se inspirar. Eu não sei vocês, mas tem algumas pessoas que eu sigo no instagram ou no próprio youtube não apenas pela forma de se vestir, mas por todo o conjunto, pela pessoa em si. Que me motiva, mesmo indiretamente, a ser alguém melhor, não do que o outro, mas de mim. E acho importante fazer uma observação, cuidem também quem vocês seguem e se é realmente relevante seguir aquela pessoa ou aquela personalidade. Se aquilo que ela entrega realmente agrega em algo na tua vida ou não. Se ao invés de fazer com que tu se sinta bem, o efeito é o inverso.

 4. SALVE IMAGENS 

Em complemento à anterior, a quarta dica é salvar imagens, pode ser em pastas no Pinterest ou no próprio instagram mesmo, das pessoas com as quais você se identifica. Seja na rotina semelhante à sua, ou ao estilo que te agrada.  No Pinterest, uma coisa que eu gosto de fazer também é procurar looks com peças parecidas com aquelas que eu já tenho no guarda roupa e salvar. Porque sempre surge alguma ideia nova por ali e um jeito diferente e criativo de usar aquilo que já possuo.

 5. TESTE 

Simples assim. Não tem forma melhor de saber aquilo que gosta e não gosta se não testar. Se não experimentar, se não arriscar. E nessa fase de testar, é importante que ao provar uma roupa, vocês olhem no espelho e se sintam bem com ela. Se sintam confortáveis consigo. Porque se provar ao algo, em casa ou na loja, e tiverem segundos pensamentos se realmente vão usar, se acham que não combinou direito, não vestiu muito bem, nem levem. Uma coisa que eu faço e que acho que talvez possa auxiliar vocês também, é que quando eu vou comprar alguma roupa nova, sempre penso nas roupas que já tenho em casa e começo a imaginar possíveis combinações. Isso ajuda a evitar comprar coisas desnecessárias, que vão ficar paradas lá depois e provavelmente não vou querer usar, porque apesar de achar bonito não consigo combinar com o que já possuo, ou não se adapta ao meu dia-à-dia.

Na verdade, o próprio processo de descobrir o seu estilo acaba auxiliando nessa questão de saber aproveitar melhor aquilo que já tem no guarda roupa e também saber o que vale a pena comprar e o que não vale.





Um comentário :

  1. Estilo pessoal é uma coisa TÃO marcante que às vezes outras pessoas detectam o nosso antes da gente mesma... Já aconteceu de amiga minha falar "vi uma blusa linda, mas você não ia usar porque é branca" e só então eu reparar que não tinha NENHUMA blusa branca no meu guarda roupas. E aí, depois de um tempo aceitando e "pregando" isso, eu mesma perceber que tinha começado a aderir à cor, sabe-se lá quando. Pequenas sutilezas que fazem mais parte do nosso ser do que parece.

    ResponderExcluir

Copyright © It's Kimby | Blog de moda e lifestyle. Designed by OddThemes